Avançar para o conteúdo

Agência Pixelnove

Início » Design Inclusivo: dicas para criar experiências digitais abertas a todos

Design Inclusivo: dicas para criar experiências digitais abertas a todos

Em 1999, marcando um marco significativo, foram lançadas as primeiras Diretrizes de Acessibilidade de Conteúdo da Web, desencadeando uma revolução na busca por tornar a web acessível a todos, incluindo pessoas com deficiência. Embora a acessibilidade seja crucial, o design inclusivo vai além, buscando criar experiências digitais positivas para todas as pessoas na web.

O Que é Design Inclusivo?
Vamos começar do princípio: o design inclusivo não se limita à acessibilidade. Ele abraça todos os aspectos da existência humana, incluindo ambientais e culturais, para criar experiências digitais que atendam a toda a diversidade humana. Este artigo explorará seis maneiras práticas de integrar o design inclusivo em seu fluxo de trabalho diário como designer.

Considerando a Diversidade Humana
O design inclusivo busca incluir o maior número possível de pessoas em uma experiência digital. Desde deficiências temporárias até variações ambientais, culturais e identidades diversas, o objetivo é criar produtos digitais que se adaptem a todos. É fundamental considerar todos os casos de uso possíveis, sejam eles permanentes ou temporários, ao criar projetos inclusivos.

Evitando Suposições e Descuidos
Os maiores descuidos no design inclusivo muitas vezes surgem de suposições dos próprios designers. Antes de iniciar qualquer projeto, é crucial questionar as suposições feitas sobre os usuários. Consultar grupos diversificados e colegas pode proporcionar insights valiosos sobre casos de uso que podem ter sido negligenciados.

Apresentando Informações de Maneiras Diversas
A diversidade de formatos de apresentação é uma vantagem ao criar designs inclusivos. Legendas ocultas, transcrições e representações visuais tornam as informações mais acessíveis a todos, considerando diferentes estilos de aprendizagem. Permitir que as pessoas consumam o conteúdo de acordo com suas preferências aumenta a utilidade geral do produto.

Cuidados com o Uso de Cores e Tipografia Maior
A cor pode ser poderosa, mas é vital considerar usuários daltônicos e diferenças culturais ao projetar para uma audiência global. Além disso, a tipografia maior, além de ser uma tendência de web design, tem benefícios inclusivos, facilitando a leitura para todos os usuários.

Testando com Diversidade: O Segredo do Design Inclusivo
A chave para criar designs verdadeiramente inclusivos está nos testes com uma gama diversificada de usuários durante todo o processo de design. Evite depender apenas de testes com usuários semelhantes a você; em vez disso, busque feedback de pessoas com diferentes experiências, origens e habilidades. Projetar com exclusividade desde o início garante que o produto final atenda às necessidades de todos os usuários em potencial.