Avançar para o conteúdo

Agência Pixelnove

Início » Websites das maiores empresas do mundo estão mais lentos, menos seguros e menos acessíveis: um estudo revela os riscos para os negócios e os consumidores

Websites das maiores empresas do mundo estão mais lentos, menos seguros e menos acessíveis: um estudo revela os riscos para os negócios e os consumidores

Os websites das maiores empresas do mundo são essenciais para o seu sucesso. Eles são o ponto de contacto principal para os clientes, fornecedores e parceiros, e são uma ferramenta fundamental para a comunicação, vendas e marketing. No entanto, um estudo recente da agência de marketing Team Lewis revela que os websites das 300 maiores empresas do mundo estão mais lentos, menos seguros e menos acessíveis em 2023.

SEGURANÇA

O estudo também descobriu que o número de API externas conectadas aos websites das empresas aumentou, o que aumenta o risco de violações externas. As API são um componente essencial de muitos websites, pois permitem que as empresas integrem funcionalidades de terceiros, como pagamentos, análises e marketing.

No entanto, as API também podem ser uma vulnerabilidade, pois podem ser acessíveis por hackers. Se um hacker conseguir comprometer uma API, poderá ter acesso a dados confidenciais, como informações de clientes ou financeiros.

Por exemplo, em 2022, uma violação de dados da API da Facebook levou ao roubo de dados de 533 milhões de utilizadores.

Além disso, o estudo descobriu que o acompanhamento das conversões e a gestão de tags foram relegados para segundo plano, o que pode dificultar a identificação de ameaças e a resposta a incidentes.

O acompanhamento das conversões permite às empresas medir o desempenho das suas campanhas de marketing e identificar as fontes de tráfego mais eficazes. A gestão de tags é essencial para a implementação de ferramentas de análise e marketing.

ACESSIBILIDADE

O estudo também descobriu que a user experience (UX) dos websites das empresas continua a ser um problema. Apenas 85 websites das 300 empresas da Forbes cumpriram totalmente as regulamentações para pessoas com deficiência, como por exemplo a ADA nos EUA.
A acessibilidade é importante para garantir que todos os utilizadores, incluindo pessoas com deficiência, possam ter uma experiência positiva ao visitar um website. Por exemplo, um website acessível deve ter um layout claro e conciso, com texto legível e contraste suficiente entre o texto e o fundo. Também deve ter opções de navegação alternativas para pessoas que não conseguem usar o mouse ou o teclado.

Para melhorar o desempenho, a segurança e a acessibilidade dos seus websites, as empresas devem:

  • Utilizar um design responsivo para garantir que os websites se adaptem a todos os tamanhos de ecrã.
  • Minimizar o tamanho dos ficheiros de imagem e vídeo para acelerar o tempo de carregamento.
  • Atualizar regularmente os plugins e o software para corrigir vulnerabilidades conhecidas.
  • Implementar um programa de segurança abrangente para proteger os dados confidenciais.
  • Testar os websites regularmente para identificar e corrigir problemas de acessibilidade.

Adotar estas medidas pode ajudar as empresas a proteger os seus negócios e os seus clientes, e a proporcionar uma experiência positiva a todos os utilizadores.